Neoliberalismo y Reforma Laboral

La Ineficacia de la Agenda 2030 de las Naciones Unidas para el Desarrollo Sostenible

  • Tiago Muniz Cavalcanti UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
  • Juliana Teixeira Esteves
  • Carlo Benito Cosentino Filho UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Resumo

Este artículo pretende demostrar que la perpetuación de una sociedad del consumo y el permanente avance de políticas neoliberales impedirán el alcance del desarrollo sostenible y harán de la Agenda 2030 un programa ineficaz cuyas directrices no van a salir del papel. En verdad, el desarrollo sostenible y el cumplimiento de todos los objetivos trazados por el programa exigen una drástica descomposición del mundo social en su totalidad para construir un formato de sociabilidad completamente distinto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Tiago Muniz Cavalcanti, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Professor do curso de especialização em Direitos Humanos e Trabalho da Escola Superior do Ministério Público da União. Doutorando em Direito do Trabalho e Teoria Social Crítica pela Universidade Federal de Pernambuco, com período de pesquisa no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal. Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Especialista em Direito Material e Processual do Trabalho. Procurador do Trabalho.

Juliana Teixeira Esteves

Professora da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco. Mestra em Ciência Política e Doutora em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Pós-doutoranda no IRES/FRANCE, França. Líder do grupo de pesquisa "Direito do Trabalho e Teoria Social Crítica" e colíder de "Direito e Política". Advogada, presidente da Academia Pernambucana de Direito do Trabalho e vice-presidente do Instituto Ítalo-Brasileiro de Direito do Trabalho.

Carlo Benito Cosentino Filho, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco e das Faculdades Integradas Barros Melo. Mestre e Doutor em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Membro do Instituto Ítalo­-Brasileiro de Direito do Trabalho e da Rede Nacional de Pesquisas e Estudos em Direito do Trabalho e da Seguridade Social. Advogado.

Publicado
2019-12-18
Como Citar
Muniz Cavalcanti, T., Teixeira Esteves, J., & Benito Cosentino Filho, C. (2019). Neoliberalismo y Reforma Laboral: La Ineficacia de la Agenda 2030 de las Naciones Unidas para el Desarrollo Sostenible. Revista Jurídica Trabalho E Desenvolvimento Humano, 2(2). https://doi.org/10.33239/rtdh.v2i2.49